imgcristoppaNa vida de um ser humano, não há nada mais doloroso de que perder um filho/a. Durante a nossa existência, é comum passarmos por muitos problemas, dores, sofrimento, perda de outros seres queridos, mas nada comparável à dor da perda de um filho/a. A vida não é mais a mesma. Ela foi interrompida pela tristeza, pelo desânimo de continuar vivendo. É um recomeço muito difícil sem aquela “criaturinha”. Ao ver a cama vazia, a mesa incompleta, o telefone sem tocar como de costume, ir ao supermercado e ver nas prateleiras os produtos que costumava comprar, a comida que gostava de comer, tudo é muito triste, a fé é abalada, nada tem valor, até a vontade de seguir vivendo é pouca.

Alguns pesquisadores já conseguiram identificar as diferentes etapas deste sofrimento, mas não existe uma lei universal que indique como cada um pode ou deve enfrentar a dor da perda. Cada pessoa sofre de uma forma diferente. Ao compartilhar a dor com outros pais que estejam passando pelo mesmo tipo de perda, pode ser uma maneira de se encontrar um consolo, por existir uma identificação, uma comunhão com os demais.

A dor da perda de um filho vai acompanhar a pessoa durante toda a sua vida. Aos poucos a misericórdia divina vai confortando e consolando até adquirir forças para continuar a caminhada da vida. Se entregue ao amor de Deus.

Este post tem 24 comentários

  1. Maria Hilda Feitosa

    Rosário querida, na verdade, preparo essa missa com muito amor e carinho, sempre pensando em nossos filhos, que já não se encontram aqui conosco, bem como pensando nas mães e pais de todos. Obrigada pelo seu carinho e procure continuar vivendo com muita fé, pois Deus é misericordioso e compassivo. Grande abraço.

  2. Maria do rosario bezerra soares

    Querida Maria Hilda, mais uma linda missa para a Laryssa e para os nossos filhos tao bem organizada com muito amor e carinho por voce e tao bem rezada pelo Padre Carlos Alberto que todos ano nos emociona mais ainda, confesso que a saudade do Breno e grande a dor e enorme, mas e vida que segue com FE.

  3. Sylvana

    20 dias sem meu filho. perdi num acidente de moto, 23 anos meu único filho, Deus é minha fortalez

  4. Sylvana

    20 dias sem meu único filho, que se foi, num acidente de moto, 23 anos, é uma saudade sem fim, mas tenho muita fé em Deus>

  5. Jupter Fernandes de Oliveira e Doralice Amaral da Silva

    perdemos nosso filho, Luís Douglas aos 15 anos de idade, ele se afogou no rio São Francisco na cidade de Januária-MG no dia 14 de julho de 2015. A dôr é imensa, parece nos consumir dia a dia. o que nos dá força para prosseguir é a fé em deus. que Deus abencoe a todos que compartilham a mesma dôr.

  6. Alexandre

    Conforta um pouco saber que não somos os únicos a sentir essa dor. São tantas perguntas sem resposta. Aconteceu na segunda-feira, dia 10 de agosto de 2015. Ainda estou perdido, procurando ajuda.

  7. silvana Carvalho Leal

    Obrigada pelo convite para participar da missa.Foi linda e muito emocionante, fiquei feliz em saber que vc transformou sua dor em força, força essa que está ajudando outras mães a fazerem a travessia da dor , da dor de perder um filho.

  8. maria do rosario bezerra soares

    Querida Maria Hilda, obrigada pela presente de ontem, poder mais uma vez compartilhar da missa da Larysse, tao bem rezada pelo Padre Carlos Alberto e preparada com muito amor e carinho por você, para os nossos amados filhos, ja se passaram cinco anos da ´partida do Breno, mas a dor e a mesma, a saudade vai aumentadndo a vontade te-lo perto e abraça-lo ainda é maior, e estes dias estamos eu e Clemilton assim tomados de saudades, mas a fé em Deus é que faz com que continuemos de pé.

    Um grande beijo no seum coração generoso,
    Rosario e Clemilto

  9. Maria de Fátima Nascimento da SILVA

    Querida Amiga Hilda, no dia 22 do corrente mês faz 06 meses que perdi o Pedro Felipe, todos os meses que passaram foram muito ruim, mas 06 meses etá sendo mas doloroso é uma sensação muito estranha a saudade é muito grande o meu coração cada dia fica mais apertado.

  10. Maria de Fátima Nascimento da SILVA

    Querida Hilda, obrigado pelo o apoio que vem dando não só a mim, mas a todas as mães que estão sofrendo a perda de seus filhos. Que bom que existe pessoas no mundo como você que se preocupa com o próximo, que Deus lhe Ilumine sempre e lhe dê muita saúde para continuar essa jornada.

  11. Maria de Fátima N. da Silva

    No dia 22 de Abril de 2014, perdi o meu filho caçula de 21 anos vítima de bala, estou desesperada pois a dor é muito grande, às vezes acho que não vou superar. O nome dele é Pedro Felipe com ele foi-se uma parte de mim, peço ajuda para seguir em frente. Por favor me ajude estou desesperada completamente sem chão. Peço ajuda para suportar essa ausência que está me matando dia após dia.

  12. Luciana, Obrigada pelo elogio e pela confirmação do que está escrito nesta página. Você sabe e conhece muito bem a dimensura da dor quando se perde um filho. A intenção desta página é de confortar um pouco (pois somente o Espírito Santo, o Consolador, pode curar a dor) os pais que estão passando pela experiência dolorosa da separação terrena de um filho ou filha. Deus lhe abençoe.

  13. Luciana Reynolds

    Maria Hilda. Este site está maravilhoso e expressa exatamente os sentimentos e dores que todos aqui presentes já passaram. E como você mencionou, a dor, a lembrança está sempre dentro de nós. Só Deus pode amenizar este sofrimento nos providenciando outros momentos melhores para que possamos levar a vida adiante. Obrigada pelas suas palavras.

  14. Jorgiane Grieu

    Bom dia,

    Me chamo Jorgeane Grieu e há 7 dias perdi meu irmãozinho Gustavo. Os pais estão inconsoláveis .

    Gostaria muito que me ajudassem à encontrar uma associação de pais em Aracaju-SE.

    Desde já agradeço sua atenção.

    Bem cordialmente

    Jorgeane.

    1. Maria Hilda

      Querida Jorgeane,

      Com referência a perda de seu irmãozinho Gustavo, quero expressar meus sentimentos a você e seus pais nesse momento de dor, dor esta imensurável, dor da alma, dor do coração, dor imensamente profunda, que somente Deus e o Espírito Santo podem confortar e dar paz.

      Gostaria muito de poder estar perto de vocês para compartilhar essa dor pessoalmente, mas aceitem o meu abraço de ternura e de paz.

      Estou pesquisando para ver se encontro algum grupo de apoio em Aracaju e, caso não encontre, gostaria de tentar ajudá-los, mesmo à distancia. Você poderia me informar o nome e telefone de contato deles? Quero colocá-los em minhas orações.

      Um abraço carinhoso.

      Maria Hilda

  15. Olinda,

    É muito confortante ler as suas palavras e saber que você está se sentindo melhor através dos meus contatos e orações. Conte sempre comigo no pouco que eu possa ajudá-la. Que o Espírito Santo de Deus lhe dê muita paz e fortaleza. Um abraço carinhoso. Maria Hilda

  16. Luísa querida,

    Obrigada pelo elogio à página, elaborada com todo carinho e amor, dedicada a nós mães e pais tocados pela imensa dor da saudade de nossos entes queridos que já não se encontram conosco. A página é nossa para que possamos curtir as fotos de nossos filhos e postar mensagens.

    Não precisa agradecer, pois é por meio do apoio e carinho que tento oferecer às mães e pais onde encontro conforto para a minha alma. Celebramos no dia 24 de maio de 2013 não apenas os 15 anos da nova vida da Larysse na casa do Pai, mas também do nosso querido Leonardo Vasconcelos. Acredito que, naquele dia, 81 anjos, cujos nomes foram mencionados durante a celebração, estavam voando sobre nós. Um abraço de paz e amor. Maria Hilda.

  17. Minha estimada Nasaré,

    Obrigada. O site é nosso, portanto vamos usá-lo, como você bem disse, trocando palavras de conforto e de fé. As palavras de conforto e a fé são dois elementos indispensáveis à nossa superação. Bjs. Maria Hilda.

  18. Amparo, minha amiga,
    Muito obrigada pela sua mensagem. Sinceramente, sinto muito amor por todas vocês mães, pois as tenho como uma família e espero sempre contar com o apoio de vocês a outras mães e pais, como vem acontecendo. Sou admiradora da sua fortaleza, pois sei que perder dois filhos em menos de dois anos não é fácil continuar a vida demonstrando essa paz e serenidade. Que o Senhor lhe abençoe. Abraços. Maria Hilda.

  19. Olinda

    Minha grande amiga Hilda,

    Obrigada por tudo que você está fazendo por mim, só peço a Deus que ele te dê tudo em dobro o bem que você está me fazendo.

    Não sei o que seria de mim sem você também com esse coração generoso e pronta para ajudar a quem precisa. Minha querida hoje eu sei que tenho uma verdadeira amiga e que já mora em meu coração.

    Hilda amiga, você nem imagina o tanto que gosto de você mesmo sem te conhecer mais eu te quero muito bem e eu só tenho a te agradecer por tudo amiga, um grande abraço dessa pessoa que te admira muito.

    Olinda

  20. Amparo Viana

    Gostaria de parabenizar a Maria Hilda pelo belíssimo trabalho e ao mesmo tempo agradecer seu apoio a todas nós mães, que assim como ela já passaram pela imensurável dor de perder um filho(a) ou mais de um (a), como foi o meu caso.

    A sua batalha já se estende por 15 anos e ela continua incansável.

    Parabéns Minha amiga. Abraços Amparo Viana

  21. Luisa Vasconcelos

    Quero agradecer a Hilda por todo o carinho que tem dedicado a nós mães como também a gentileza de dividir este momento único que foi a celebraçao dos 15 anos da Laryssa
    Foi um momento de muita luz,nossos anjos estão muito felizes.Que Deus lhe cubra de bençaos.um forte abraço.Luísa Vasconcelos.

  22. Nasaré Castelo Branco

    Gostei muito do site.Uma ótima oportunidade de nos fortalecermos trocando palavras de conforto e fé uns com os outros.Nasaré Castelo Branco

  23. Luisa Vasconcelos

    A página está muito bem elaborada,parabéns!Fiquei emocionada quando vi a foto do meu Leo.Hilda e todos que contribuiram para que ela se concretizasse, o meu respeito e o meu obrigado.Nossos anjos estarão abençondo-lhes emagradecimento.Luisa Vasconcelos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.